Menu principal

Liderando o meio ambiente








 





















O nosso compromisso

 
Voar é fantástico, permite explorar, relaxar, restabelecer e leva a memórias incríveis com velhos e novos amigos. Mas chegou a hora de assumirmos a responsabilidade pelo efeito que o voo causa no meio ambiente. 

É por isso que, por cada voo que operamos, compensamos o carbono do combustível usado, investindo em projetos que incluem a plantação de árvores ou a proteção contra a deflorestação e utilização de energias renováveis.

Acreditamos que isso nos torna um dos maiores investidores em projetos de compensação de carbono em todo o mundo. E, melhor ainda, não terá nenhum custo para vocês, os nossos clientes.

Sabemos que a compensação de carbono é uma medida provisória e neste momento é a melhor forma de lidar com o carbono emitido pelos voos. É apenas parte do nosso esforço para nos tornarmos uma companhia aérea mais sustentável. Continuaremos a pesquisar e implementar outras formas de reduzir as emissões, como remover peso das nossas aeronaves ou realizar a circulação na pista apenas com um motor. Já estamos a promover o desenvolvimento de tecnologias de aviação elétrica e de hidrogénio e continuaremos a fazê-lo. 

 

Há já algum tempo que estamos comprometidos em reduzir as emissões de carbono e voar com eficiência.


  • Reduzimos as nossas emissões de carbono por passageiro, por quilómetro, em mais de um terço desde 2000 e o nosso objetivo é reduzi-las ainda mais.
  • Introduzimos a aeronave Airbus A320neo em junho de 2017 e, em 2019, recebemos a primeira aeronave A321neo, que é a maior, mais silenciosa, económica e ecológica de todos os tempos.
  • O nosso objetivo é preencher cada voo para que sejam eficientes. Em 2019, o índice de ocupação foi de 92,9%.
  • Para reduzir o uso de combustível, voamos rotas ponto a ponto em vez de transportar um cliente para um aeroporto central e depois para seu destino final.
  • Sempre que possível, usamos apenas um motor ao circular na pist; e usamos técnicas de subida, descida e aterragem que melhoram a eficiência.
  • Para reduzir o peso e o consumo de combustível, introduzimos assentos Recaro leves para passageiros e usamos dispositivos eletrónicos em vez de documentos em papel.

 

O que significa isso para ti

 
Se optares por voar connosco, estarás a fazer uma escolha ambientalmente consciente. Não só pilotamos uma frota moderna com aeronaves 15% mais eficientes em termos de combustível, como somos a única grande companhia aérea a compensar as emissões de carbono do nosso combustível em todos os nossos voos, domésticos e internacionais. E continuamos a insistir em novas tecnologias de emissão zero.

E quando nos escolhes, o custo do teu voo não será afetado.

 

------------------------

Desde novembro de 2019, voámos com milhões de clientes e, em seu nome, compensámos totalmente as emissões de carbono do combustível usados em todos os voos. Isto significa que compensámos estas emissões ao investir em projetos florestais e de energia renovável que são certificados de acordo com os mais elevados padrões.

------------------------

 

Como estamos a compensar o carbono?


Só participamos em projetos com os mais elevados padrões de compensação de carbono que possuam a certificação Gold Standard ou Verified Carbon Standard (VCS). Isso significa trabalhar com a EcoAct e First Climate; empresas que são mundialmente reconhecidas e respeitadas pelos seus padrões de compensação.

Para saber mais sobre esses serviços de consultoria em energia e sustentabilidade, visite os sites abaixo.

 

                              


Os projetos de compensação de carbono em que estamos a investir incluem:


Regeneração florestal na América do Sul e em África

As florestas da América do Sul e da África são um habitat para a flora e a fauna, capazes de absorver dióxido de carbono da atmosfera e ajudar a controlar as emissões globais de CO2.

Devido aos altos níveis de pobreza entre as comunidades da região, houve muita desflorestação para lenha e para à expansão agrícola.

Os projetos em que estamos a investir ajudarão o governo e as populações locais a gerirem a responsabilidade da floresta. Tornar as árvores existentes mais valiosas para a população local, criando oportunidades de emprego e fortalecendo práticas sustentáveis de uso da terra que ajudam a proteger a floresta. O resultado final será a desaceleração e a eventual interrupção da desflorestação.



Energia solar na Índia

Na Índia, os combustíveis fósseis são a principal fonte de energia e o carvão responde por 75% do consumo total de energia. A forte dependência de ste tipo de fósseis resulta na emissão de dióxido de carbono, metano e nitrogénio para a atmosfera.

Este projeto ajuda a diversificar o mix de energia da Índia, diminuir a dependência de carvão e reduzir a intensidade de carbono da rede. O projeto faz parte de uma grande instalação solar em Tamil Nadu, com mais de 820 000 painéis solares, o que eliminará a necessidade de produzir energia usando combustíveis fósseis e reduzirá anualmente cerca de 350kt de dióxido de carbono.


Comunidade

DelAgua

Este último projeto tem como objetivo abordar os problemas ambientais e de saúde do Ruanda ao melhorar a tecnologia de confeção de alimentos e é atualmente o maior projeto deste tipo de distribuição de fogões em todo o mundo.

Atualmente, a maioria dos ruandeses dependem dos tradicionais fogões a lenha para cozinhar, os quais são prejudiciais tanto para a saúde como para o meio ambiente. As fogueiras tradicionais não só são ineficazes, como também produzem fumos tóxicos e são as mulheres e as crianças em particular quem sofre.

O projeto distribui fogões novos e mais eficazes pelas habitações, o que reduz o consumo de lenha, aproveita tempo e dinheiro, reduz as emissões de carbono e reduz a desflorestação. Uma vez que os fogões produzem menos poluentes, é muito mais seguro para as famílias cozinhar.

O projeto DelAgua rmelhora realmente o dia a dia das pessoas do Ruanda e ajuda a criar um ambiente mais limpo para todos.




Olhando para o futuro

Acreditamos que voar deve ser uma escolha viável que é aberta a todos e com a easyJet é também a escolha ambiental mais consciente.

  • Apoiamos a Wright Electric, que está a trabalhar na criação de um avião totalmente elétrico.
  • Recentemente em 2019 anunciámos uma parceria com a Airbus para apoiar o desenvolvimento das suas aeronaves híbridas, elétricas e de hidrogénio. 
  • Apoiaremos o desenvolvimento de tecnologias necessárias para aviões híbridos, elétricos e de hidrogénio e defenderemos as avançadas tecnologias de captura de carbono. Usaremos essas tecnologias, bem como combustíveis de aviação sustentáveis (SAFs), conforme disponíveis e comercialmente viáveis.
  • Estamos a trabalhar afincadamente para reduzir ao máximo a utilização de plástico descartável e, durante o último ano, temos estado a retirar o plástico dos nossos alimentos e bebidas a bordo.
  • Sempre que possível, estamos a:
    • Reduzir a quantidade de plástico que usamos em geral.
    • Incentivar o uso de copos reutilizáveis oferecendo descontos em bebidas quentes para clientes que tragam os seus próprios copos.
    • Substituir itens de plástico por alternativas não plásticas, por exemplo, substituindo misturadores de plástico por colheres de madeira.

Para mais informações, consulta as nossas Perguntas frequentes e visita a secção Sustentabilidade do nosso relatório anual.
Vê a nossa compensação de carbono infográfica.